Motivação de equipes: Medição

Home/Artigos, Destaque/Motivação de equipes: Medição

Motivação de equipes: Medição

Você precisa saber se o seu pessoal está satisfeito.

Ou porque alguns estão reclamando salário, ou porque está perdendo gente, ou porque precisa avisar que o aumento não vem, ou simplesmente porque lhe disseram que somente pessoas satisfeitas produzem clientes satisfeitos…

Fuja do cadernão de 60 perguntas, aplicado a cada 2 anos: use um método mais prático, que orienta para ações simples, necessárias e efetivas, com medições mais frequentes, e que irá fazer parte da sua rotina.

Aí vem a primeira pergunta… o que é, mesmo, estar satisfeito?
O mais prático é definir satisfação como a diferença entre o que a pessoa espera (quer, aspira, cobiça) e o que ela percebe (sente, recebe, acha que tem).

Simples assim: satisfação = percepção – expectativa.

A satisfação varia, na medida em que evolui a expectativa (falaram em aumento, não falaram?), ou se altera a percepção (ah, agora entendi como funciona o benefício!).
Assim, você pode ter pessoas de sua equipe satisfeitas hoje de manhã, insatisfeitas hoje à tarde.
Para manter as pessoas satisfeitas é preciso, portanto, captar imediatamente focos de insatisfação, e neutralizá-los; e, por outro lado, ser capaz de administrar bondades em momentos oportunos.
Existem líderes que conseguem manter um mecanismo como este, ideal, funcionando.
Um dos caminhos para chegar neste estágio é iniciar fazendo pesquisas trimestrais – e aprender com elas.

Passamos a apresentar um método que praticamos, com sucesso, há mais de 20 anos.

Leia na íntegra, clicando aqui.

 

Autor: Claus Süffert

Em Novembro de 1996, Claus Süffert plantou uma semente chamada Quality Inn, germinada pela sua experiência profissional em empresas de grande porte, como os 5 anos em que trabalhou na Petrobrás e a sua carreira de 25 anos no Grupo Gerdau. Foi durante esse período na Gerdau que teve seu primeiro contato com os conceitos de Gestão da Qualidade Total, método que futuramente serviria de base para a sua própria empresa.

2019-03-12T10:57:23+00:00 12 / mar / 2019|Artigos, Destaque|