A qualidade no dia a dia.

Home/Artigos, Destaque/A qualidade no dia a dia.

A qualidade no dia a dia.

Para garantir a qualidade nos “momentos da verdade”, é essencial manter o foco no par operador – tarefa. É neste nível que se geram qualidade – e custos – para o cliente.

As atividades básicas essenciais são 6, e estão simbolizadas num formato que, há muitos anos atrás, apelidamos de aviãozinho:

  • A Padronização = instruções claras para o operador = POs = padrões operacionais
  • O Treinamento no Trabalho = executado pelo supervisor
  • A Execução das Tarefas = que é onde se geram – ou não- os resultados
  • A Medição de Resultados = executados pelo próprio operador
  • A Monitoria = o supervisor observa e corrige o operador, durante a execução das tarefas
  • O Tratamento de Falhas = conduzido pelo supervisor, tão logo sejam constatadas.

Um primeiro exercício importante, para absorver a terminologia proposta: identifique a localização de cada uma das 6 atividades no desenho do aviãozinho.

Existe um conceito fundamental, que precisa ser bem compreendido.
É o operador que gera o resultado para a empresa. E, para consegui-lo, ele precisa estar protegidopelo supervisor, através do treinamento, da monitoria e do tratamento de falhas.
Assim, cada um dos operadores da sua empresa precisa estar protegido desta forma, todas as horas do dia, todos os dias do ano.
Quando nós descobrimos este fato, constatamos que estávamos muito longe deste objetivo. E passamos a nos dedicar fortemente à implantação do modelo. Com um cuidado, que desde o início se revelou essencial: evitar o excesso de burocracia, um sub-produto indesejável que já asfixiou muitas organizações, nesta tentativa.
Não é fácil, mas é absolutamente necessário estarmos alertas para sermos, antes de mais nada, práticos. Fazendo apenas o que é útil – e simples.

Para continuar lendo, clique aqui.

 

Autor: Claus Süffert

Em Novembro de 1996, Claus Süffert plantou uma semente chamada Quality Inn, germinada pela sua experiência profissional em empresas de grande porte, como os 5 anos em que trabalhou na Petrobrás e a sua carreira de 25 anos no Grupo Gerdau. Foi durante esse período na Gerdau que teve seu primeiro contato com os conceitos de Gestão da Qualidade Total, método que futuramente serviria de base para a sua própria empresa.

2019-02-25T13:48:40+00:00 25 / fev / 2019|Artigos, Destaque|