A eficácia na sala de aula

Home/Destaque/A eficácia na sala de aula

A eficácia na sala de aula

Vale a pena investir 5 minutos de cada treinamento para obter uma nota concreta e compartilhada sobre a qualidade do trabalho do instrutor.

Se você é responsável por 8 instrutores, que ministram em média 2 cursos por semana na casa dos seus clientes.

Como avaliar a qualidade do trabalho que eles estão fazendo?

Nós distribuímos uma folha pedindo que os participantes deem uma nota de 1 a 7 para apenas 4 quesitos… não se gasta mais do que 30 segundos… e vale a pena esperar três minutos para que os resultados estejam tabulados, sejam apresentados e discutidos.

As notas de 1 a 7 são sobre

  • a velocidade da comunicação: o ideal é 4, que está bem no meio: nem muito lento (1), nem muito rápido (7);
  • a novidade do conteúdo: o ideal é 7: todo o conteúdo era novo;
  • o entendimento do que foi explicado, 7 significa entendi tudo;
  • a utilidade que o conhecimento adquirido terá para cada um, no qual 1 significa sem aplicação e 7 muito útil, posso aplicar imediatamente.

Continue lendo, clicando aqui.

 

Autor: Claus Süffert

Em Novembro de 1996, Claus Süffert plantou uma semente chamada Quality Inn, germinada pela sua experiência profissional em empresas de grande porte, como os 5 anos em que trabalhou na Petrobrás e a sua carreira de 25 anos no Grupo Gerdau. Foi durante esse período na Gerdau que teve seu primeiro contato com os conceitos de Gestão da Qualidade Total, método que futuramente serviria de base para a sua própria empresa.

2018-05-14T13:58:52+00:00 14 / maio / 2018|Destaque|