Coisas de Japonês

Home/Artigos/Coisas de Japonês

Coisas de Japonês

Pragmatismo: entre tantas oportunidades de aprendizado que vivemos com consultores japoneses, selecionamos algumas pérolas, que passamos a relatar:

MARADONA – estava começando a despontar no Argentino Juniors, o que levou o GREMIO a convidar este clube para fazer um jogo amistoso em Porto Alegre. Havia muita gente no estádio, todos queríamos ver o novo astro do futebol mundial. Logo de início, um zagueiro tricolor deu duas entradas fortes no craque argentino – e este ficou o resto do jogo ciscando no meio do campo, já que o jogo era amistoso…

Me lembrei desta história quando, viajando ao lado do nosso consultor japonês, o senhor Miyauchi, e ele me comentou, intrigado:

– “Eu custo a entender vocês, brasileiros. Pagam caro para eu vir para cá. E, em vez de me fazerem perguntas, para que eu possa ajudá-los, tentam encobrir suas falhas, para que eu não as descubra. Muito estranho…”

O BOM CHEFE ORIENTA – Noutra oportunidade, um japonês ministrava um curso em Minas, e nos ensinava a fazer uma análise de causas, usando a prosaica espinha de peixe…

Explicou-nos que na cabeça da espinha se pode escrever um problema, ou colocar uma caixinha maior, em que, além do problema, se mencionam algumas orientações que facilitem a análise. E nos ensinou:

– “Cada grupo pode optar se recebeu a incumbência de um bom chefe ou dum mau chefe. Se o chefe é bom, ele não passa apenas o problema: dá algumas indicações sobre o caminho a seguir. Afinal, ele ganha mais dinheiro por que tem mais informação e mais experiência do que vocês…”

Continue lendo clicando aqui.

 

Autor: Claus Süffert

Em Novembro de 1996, Claus Süffert plantou uma semente chamada Quality Inn, germinada pela sua experiência profissional em empresas de grande porte, como os 5 anos em que trabalhou na Petrobrás e a sua carreira de 25 anos no Grupo Gerdau. Foi durante esse período na Gerdau que teve seu primeiro contato com os conceitos de Gestão da Qualidade Total, método que futuramente serviria de base para a sua própria empresa.

 

2018-02-26T15:19:37+00:00 26 / fev / 2018|Artigos|