Novo Instrumento de Avaliação da Inovação – PGQP

Home/Destaque/Novo Instrumento de Avaliação da Inovação – PGQP

Novo Instrumento de Avaliação da Inovação – PGQP

O modelo de inovação do PGQP está de roupa nova.  Neste ano que o PGQP completou 25 anos de sucesso, o programa elaborou quatro grandes desafios e um deles é o Desafio Inovação.

O Desafio Inovação é uma evolução do modelo SAGRI e conta agora com três guias de orientação:  um de alinhamento conceitual, um de implementação e outro apresentando o instrumento de avaliação.

O instrumento de avaliação está mais simples, de fácil entendimento, dinâmico e abrangente.  O novo modelo aborda seis grandes elementos:  Liderança Mobilizadora (cujo o foco é a abordagem da atuação pessoal dos líderes no que diz respeito a posicionar a inovação na estratégia da organização, prever recursos, criar condições necessárias ao seu desenvolvimento e continuidade, mobilizando as pessoas e equipes para o fortalecimento da cultura organizacional), Intenção Estratégica (onde a inovação é incorporada à gestão estratégica da organização, segundo o contexto competitivo atual, demandando diretrizes específicas para a organização dos processos com o objetivo de alcançar os resultados desejados), Pessoas e Equipes (cuja a criação de um ambiente favorável permita a liberdade de expressão, a formação de competências, aprendizagem contínua, encorajamento para assumir riscos, o reconhecimento pelos esforços e resultados), Processos de Inovação (onde há a definição de processos interfuncionais e interdisciplinares, bem como métodos de trabalho, que estimulem e sistematizem atividades de inovação em prol da satisfação das necessidades e expectativas do cliente e de todas as partes interessadas relevantes e seus resultados esperados), Resultados para as Partes Interessadas (onde a organização  deve priorizar a criação de um sistema de medição de resultados para inovação que propicie a mensuração do valor gerado ao cliente e todas as partes interessadas relevantes, considerando todos os aspectos do desenvolvimento sustentável) e Desempenho e Melhoria (realização de uma análise global do sistema de gestão da inovação, buscando novos patamares de competência para a organização e sua força de trabalho, por meio de percepção, reflexão, lições aprendidas, avaliação de resultados e ações de melhoria e mudanças).

Cada um destes elementos se desdobra em 12 temas específicos, que por sua vez se desdobram em 50 questões prioritárias, que de forma orientativa e muitas vezes prescritivas, ajudam a organização a implementar processos na busca de melhores níveis de competitividade inovadora.

Já dizia o guru Deming, “quem não mede não gerencia”. Qualquer empresa, de qualquer segmento ou nível de maturidade, pode e, deve utilizar o instrumento de avaliação para medir o grau de maturidade do seu sistema de gestão de inovação e consequentemente montar o seu plano para execução de ações que irão alavancar o seu processo de inovação, traduzindo em maior produtividade e na criação de diferenciais competitivos no mercado de atuação.

 

Marcos Travassos

Integrante do Comitê de Inovação

2017-12-20T17:31:46+00:00 20 / dez / 2017|Destaque|