Espanhol Inglês


Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade


Você está em:  Página Inicial arrow O PGQP arrow Cases

Cases

 
 
Copesul – Companhia Petroquímica do Sul

A empresa e o seu negócio

A Copesul – Companhia Petroquímica do Sul, é a empresa que opera a central de matérias-primas do Complexo Petroquímico de Triunfo, no Rio Grande do Sul, ao sul do Brasil, o terceiro instalado no país, no início da década de 80. As indústrias ali instaladas transformam os produtos recebidos da Copesul em petroquímicos denominados de intermediários, que são matérias-primas para as indústrias de transformação manufaturarem os bens de consumo, como plásticos, borrachas, filmes, vernizes, solventes, PVCs, etc. A Copesul é uma empresa de capital intensivo e tecnologia de ponta com controle dos processos de produção em tempo real segundo Sistema Digital de Controle Distribuído, contando com 952 colaboradores (empregados), dos quais 19 % possuem nível superior e 70% têm o 2º grau completos . É uma empresa privada desde 1992, com controle de capital brasileiro e tem suas ações negociadas nas principais Bolsas de Valores do Brasil. Em 2000, sua receita bruta atingiu cerca de US$1,5 bilhão de dólares.
Dentre os mais significativos reconhecimentos por suas práticas de gestão destacam-se: O Prêmio Qualidade RS na categoria bronze e a certificação ISO 9000, em 96, O Prêmio Nacional da Qualidade - PNQ, na Categoria Manufatura em 97, o Prêmio Testemunho a Excelência concedido pelo Instituto Latino-Americano de Asseguramento da Qualidade e a ISO 14000 em 98, a certificação do Serviço Próprio de Inspeção, em 99. Desde 97 até o presente tem sido reconhecida, em todas as 5 edições, como uma das 100 melhores empresas para se trabalhar segundo avaliação da Revista Exame.

Iniciou suas operações em dezembro de 1982 após ter sido concebida no estado da arte em termos de tecnologia do processo de produção, incluindo os aspectos ambientais e de segurança de suas instalações. Com capacidade atual de 1.135 mil toneladas por ano de eteno é considerada central de grande porte, ofertando cerca de 40% dos petroquímicos básicos no mercado brasileiro. Seus produtos, em grande parte, são comercializados no mercado nacional e o restante no Mercosul , EUA e Europa.

A Transformação Pela Reengenharia

A Copesul foi privatizada em maio de 1992 e para obter competitividade face às transformações projetadas para o segmento petroquímico nacional decorrente da abertura de mercado e liberação dos preços, iniciadas nos primeiros anos da década de 90 no Brasil, empreendeu em 1993 uma profunda transformação gerencial. O processo de mudança buscou no mercado internacional consultoria de grande experiência nesse tipo de projeto. Os trabalhos de reengenharia organizacional fundamentaram-se nos seguintes direcionadores: Foco nos processos fundamentais ao negócio da empresa ; Atendimento equilibrado às necessidades das partes interessadas; Desenvolvimento de visão sistêmica; Trabalho em times com polivalência das pessoas; Disponibilização de informação ágil e compartilhada no nível necessário à ação; Foco no cliente e no mercado;Incentivo ao alto desempenho e ao aprendizado contínuo
A busca da excelência pela melhoria contínua

Ao final do redesenho constatou-se que o alcance da classe mundial seria obtido com base em dois pilares fundamentais: Pessoas – comprometidas e satisfeitas, com as novas práticas inseridas no Processo de Desenvolvimento de Recursos Humanos e Tecnologia e Organização de Gestão efetivas, definidas nos demais processos.
No decorrer do segundo semestre de 1994, ao ser desenvolvido o primeiro ciclo de Planejamento Estratégico com base no Processo de Planejamento de Negócio, o Comitê Diretivo, formado pela Direção e Executivos decidiu fortalecer a nova identidade empresarial, nascendo o Sistema Copesul de Gestão. Nessa ocasião foram definidas a Visão, Missão e Valores e formulados os Objetivos e Estratégias com alcance de até 5 anos, passando a ser disseminados em toda a organização.
Dentre os objetivos estratégicos destacam-se as metas de alcançar padrões de desempenho e gestão de classe mundial até dezembro 97 e liderança competitiva na região de atuação, até 1999. Para a realização destes objetivos passamos a desenvolver ações sistematizadas em Planos de Ação, sob forma de projetos estratégicos. No que se refere ao desenvolvimento da gestão na busca da excelência a empresa passou a avaliar suas práticas segundo o modelo do Prêmio Nacional da Qualidade, concorrendo ao prêmio sistematicamente desde 95. As oportunidades de melhoria, após análise e priorização, se traduziam em projetos.
O desdobramento em planos de ação com horizontes de até 3 anos conta com a participação plena dos times e colaboradores que inserem no seu trabalho diário o compromisso com o alto desempenho e com as realizações necessárias à obtenção de melhores resultados no futuro. Os projetos são trabalhados intertimes, fortalecendo a visão de processos e dos resultados finais desejados para a organização. Clientes e fornecedores - chave são amplamente considerados na formulação dos planos e parcerias. O grau de consecução dos resultados da empresa é base para a definição do montante de recursos financeiros a ser pago como bônus por resultado. A distribuição, a partir daí, ocorre segundo o percentual de alcance dos resultados das Unidades e Times, privilegiando resultados coletivos, fortalecendo o conceito de Time.
Desenvolvimento do Sistema Copesul de Gestão
Destacamos as principais realizações, agora sob o modelo do Sistema Copesul de Gestão:
- Projeto de aumento da capacidade de produção, PAC, iniciado em maio de 1995 e concluído em junho de 1999, visando atender necessidades dos clientes e do mercado, desenvolvido segundo estado da arte em tecnologia do processo de produção, incluindo os aspectos de meio ambiente, segurança industrial e saúde ocupacional. Coloca a Copesul no “ranking” das 14 maiores Centrais Petroquímicas num único “site” no mundo e lhe concede vantagem competitiva nos fatores escala e tecnologia.
-Implementação do Sistema de Gestão da Evolução Profissional (GEP) com base em habilidades , iniciativa pioneira em termos de plano de carreira. Além de estabelecer regras inovadoras de remuneração o sistema incentiva o desenvolvimento pessoal, o crescimento profissional e a valorização do colaborador

-Implementação de importantes mecanismos e ferramentas que subsidiam as ações e análises críticas da alta direção
-A newsletter Transparência é o principal meio de comunicação formal entre a administração e os colaboradores

-Desenvolvimento e implementação do projeto de Tecnologia de Informações interligando os sistemas corporativos e a comunicação com base na rede interna de microcomputadores
-Implementação dos Sistemas da Qualidade e da Gestão Ambiental

Sistema Copesul de Gestão – Processo de Melhoria e Aprendizado

O Sistema Copesul de Gestão é dinâmico, ou seja, a administração revisita as políticas da empresa com foco no ambiente externo à organização, valores e atributos de satisfação das partes interessadas. As políticas explicitam as intenções e princípios em relação ao negócio, incluindo a política da qualidade, de saúde, segurança e meio ambiente, assim como os valores. A operacionalização destas políticas ocorre segundo os oito processos integrados, oriundos do redesenho, através de estrutura e recursos, cujo desempenho é avaliado contra referenciais .Um dos subsídios importantes à melhoria da gestão continua sendo a avaliação do Sistema contra os critérios do PNQ, priorizando os projetos de melhoria.

Conclusões


A opção pela reengenharia foi adequada naquele momento, assim como a construção da identidade de gestão e seu desenvolvimento posterior segundo a filosofia de melhoria contínua. O modelo de gestão não é um “pacote”. Trata-se de uma construção. As diversas filosofias de gestão precisam ser analisadas, extraindo-se o mais próprio de cada uma, fazendo sentido para a organização. As participações sucessivas no Prêmio Nacional da Qualidade e a utilização presente dos Critérios de Excelência como benchmark provam ser um caminho efetivo para a permanente busca da excelência.

 
     
 
 

Quem Nos Apóia

Quem Apoiamos

Nossos Parceiros


Av. Ipiranga, 6681 - Global Tecnopuc | Torre Einstein - Prédio 97B, sala 304
CEP 90619-900 | Porto Alegre - RS | (51) 3216-8800

Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade
© 2017 - Todos os direitos reservados
Produzido por Grupo Meta